Anomalias – O caso da Gratuidade do Ensino Superior

Uma política pública, ou a “arquitetura” e funcionamento de uma da instituição, é anômala se ela desviar do que é prática comum em vários países desenvolvidos e, adicionalmente, não gozar de suporte teórico/empírico na literatura econômica científica [ver “árvore de decisão” na figura abaixo ilustrando isso].   “Racionalizar” essa política/arranjo institucional é, portanto, difícil e…

Economia Comportamental e as Contribuições de Richard Thaler: Um Breve Resumo

O que é hoje conhecido, dentro da ciência econômica, como “Economia Comportamental”, nada mais é do que uma mistura de psicologia com economia. O propósito é tão nobre quanto simples: utilizar os resultados empíricos bem-estabelecidos na literatura de psicologia para enriquecer e melhorar a descrição do comportamento e dos processos decisórios dos indivíduos que povoam…

“Bolonomics” e as 10 falhas de raciocínio econômico que cometemos

1. O progresso tecnológico é ruim porque torna certos postos de trabalho obsoletos e causa desemprego. Falha: não considerar (1) resposta a incentivos (as pessoas procurarão novas atividades), (2) ganhos intertemporais de renda (feita a transição, teremos custos menores de produção e novas fontes de renda) e (3) que não há “almoço grátis” (os benefícios…

Reforma trabalhista é tímida mas pode ajudar a reduzir informalidade

Muitos que defendem a (tímida) reforma trabalhista, o fazem porque sabem do quão custosa e prejudicial nossa antiquada legislação trabalhista tem sido.   É ela — com sua rigidez regulatória — que também condena milhares de pessoas a trabalhar em condições informais sem qualquer tipo de proteção. Veja no gráfico abaixo, a relação entre (uma…

Linguagem como tecnologia: preservar línguas?

Como economista tenho enorme dificuldade para entender essa preocupação de alguns com o desaparecimento de línguas (exceto daqueles que vivem de arqueologia linguística) e, portanto, a necessidade de “preservação” das mesmas. A língua materna é acidente geográfico, uma escolha que não fazemos. Tampouco é algo que parece ter alguma influência significativa na nossa personalidade —…