Reforma trabalhista é tímida mas pode ajudar a reduzir informalidade

Muitos que defendem a (tímida) reforma trabalhista, o fazem porque sabem do quão custosa e prejudicial nossa antiquada legislação trabalhista tem sido.   É ela — com sua rigidez regulatória — que também condena milhares de pessoas a trabalhar em condições informais sem qualquer tipo de proteção. Veja no gráfico abaixo, a relação entre (uma…

Precisamos de previdência estatal?

A previdência social no Brasil é um desastre atuarial — os benefícios esperados não “casam” com as contribuições recebidas, fazendo o negócio rodar de forma sistematicamente deficitária. Precisa urgentemente de reforma. Infelizmente a proposta em discussão no Congresso não contempla a mudança mais importante: o fim da compulsoriedade da contribuição para o esquema de previdência…

Taxa de Câmbio Real: Uma Perspectiva Histórica

Lets take a historical (or should i say hysterical) materialistic perspective on what has been going on with the BRR$/US$ (real effective) exchange rate (REER). Note. REER is the nominal effective exchange rate (a measure of the value of a currency against a weighted average of several foreign currencies) divided by a price deflator or…

Delfim, Dilma e expectativas racionais

O perfil de pessoas que contribuem nesse blog mudou bastante nos últimos meses. Infelizmente perdemos um pessoal que seguia conjuntura mais de perto, e escrevia posts comentando artigos de jornal de economistas famosos. Tínhamos posts intitulados “Delfim do Estadão”, ou “Pastore no Valor”, entre outros. Claramente mudamos para um perfil mais acadêmico, em geral com…

R$ 3,26

Sexta-feira o dólar fechou em R$ 3,26. Lembrei de uma passagem de um artigo do Bresser no Valor, em janeiro de 2014, quando o câmbio estava abaixo de 2. Já o novo desenvolvimentismo que defendo é muito diverso tanto do liberalismo econômico quanto do desenvolvimentismo comum. A diferença fundamental está na tese que só uma…

Os entraves ao desenvolvimento

Longa, mas muito boa entrevista de Otaviano Canuto (Banco Mundial) sobre os entraves ao desenvolvimento da economia brasileira: política comercial, qualidade educacional, gestão do setor público, barreiras burocráticas etc. E ainda tem gente que acha que o câmbio é mais importante para o longo prazo do que todas essas coisas. (Agradeço ao Gabriel Madeira pela…

Por que automóveis são tão caros no Brasil?

O UOL fez uma comparação interessante entre preços dos carros produzidos no Brasil, e que não são apenas vendidos aqui, mas também exportados para o México (veja aqui). Esses veículos fazem parte do acordo comercial entre os dois países no setor automobilístico. E o preço tende a ser mais alto aqui. Por exemplo, a Chevrolet…