Expansão educacional e a qualidade do serviço

Meus pais estão fazendo uma pequena reforma em casa. E não estão muito felizes com o pedreiro. Dizem que o pedreiro que costumavam contratar (e que acabou falecendo recentemente) era muito melhor. E que a geração atual não tem mais o mesmo capricho e disposição a fazer um bom serviço, yadda, yadda, yadda. Já ouvi…

Economia do trânsito: quando menos informação é mais

Informação importa. E faz tempos que economistas dão tremenda importância a ela — uma agenda que começou nos anos 70 com os trabalhos de George Akerlof, Michael Spence e Joseph Stiglitz e que cresceu enormemente nos 30 anos seguintes.   Sabe-se hoje que entender os processos de divulgação e aquisição de informação é requisito crucial para compreender…

Economia comportamental no mercado de carros usados

Não é incomum observarmos preços terminando em 99 centavos — por exemplo, R$15,99 ao invés de R$16,00. Bruno Giovannetti escreveu um post há algum tempo, levantando esse ponto para o preço do combustível (que em geral tem mais um dígito, como R$2,899). Uma explicação comportamental para isso é que as pessoas prestam mais atenção nos…

Os ricos tomam mais risco do que os pobres? Um estudo com “dados naturais”

  Os economistas há muito se interessam por entender a atitude das pessoas com relação a risco. O interesse de longa data é compreensível: virtualmente todas as decisões econômicas pelas quais se interessam — que carreira seguimos, quanto investimos em educação, com quem casamos, como gastamos nossa renda e onde investimos, como e qual instrumento…

O trânsito no Brasil: os radares de velocidade são eficazes para evitar acidentes de trânsito?

Em um post anterior, que pode ser encontrado aqui, levantei algumas questões a respeito da ineficácia das políticas contra acidentes de trânsito no Brasil. Minha tese geral é que a política de trânsito no Brasil carece de dados e estudos técnicos que justifiquem as decisões que são tomadas. Comecei a discutir esse assunto neste post aqui.…