Juízes de futebol favorecem o time da casa?

Sim, há produção acadêmica tentando entender se árbitros de futebol beneficiam o time da casa. Em geral, a motivação é meio comportamental — o futebol seria apenas uma situação específica utilizada para estudar como as pessoas reagem quando estão sob pressão. Conheço dois papers empíricos sobre o assunto, que estimam decisões de árbitros como função…

Details

Câmbio e crescimento

Resolvi dar também meus pitacos na controvérsia Oreiro-Ferreira/Fragelli. Oreiro diz que há farta evidência conectando câmbio depreciado com crescimento. Ferreira e Fragelliafirmam que a evidência é frágil. Não vou comentar nada sobre resultados empíricos aqui. Minha questão é meramente teórica. Em regimes de câmbio administrado, a taxa de câmbio é mantida via políticas que afetam…

Details

Convergência

Na semana passada houve um pequeno debate aqui nesse blog sobre as contribuições de Robert Barro. Nesse post decidi recuperar um pouco da literatura da década de 1990 sobre crescimento empírico. Quero enfatizar uma contribuição fundamental (em minha opinião) de Barro, juntamente com Xavier Sala-i-Martin, que nos informa sobre a adequação do modelo neoclássico de…

Details

Beware of Economist X, Mr. Oreiro (did i get the spelling right?)

In the Facebook, this Oreiro guy is coming very hard (no pun intended) on Pedro and Renato for an article in Valor Econômico (clicke here to read this article). Making a long story short, Oreiro says Exchange Rate is important for investment, whereas Pedro and Renato say it isnt important for growth. Let me be clear, Pedro…

Details

Fatos sobre violência e homicídio no Brasil e no Mundo

Há um crescente sensação de que há um aumento da violência no Brasil. Os dados mostram que se não houve uma explosão como eventos de maior repercussão midiática podem sugerir, também não houve uma redução da violência — medida, por exemplo, pelas taxas de homicídio. Para os que acreditam que a atividade criminal mais violenta…

Details

O idioma que falamos afeta nosso comportamento?

A pesquisa de Keith Chen sugere que sim.   O autor considera dois tipos de idioma: aqueles em que é necessário identificar gramaticalmente o futuro, e aqueles em que essa distinção não é obrigatória. Por exemplo, em português, é estranho falar “Chove amanhã”. É preciso ajustar o tempo verbal, e não apenas indicar “amanhã” para…

Details

Por que (e quanto) estudar?

A literatura microeconômica e de desenvolvimento em educação é extensa e de longa tradição. Mas no campo de crescimento embora não faltem modelos de capital humano e estudos sobre impacto de educação sobre crescimento e renda, não são muitos os estudos que tentam entender porque as pessoas investem em capital humano. Olhando um exemplo específico:…

Details

Fidelidade

Programas de fidelidade estão disseminados em diversos setores de atividade. O exemplo mais óbvio é o das milhas aéreas. Mas hoje existem esquemas similares em farmácias, supermercados, livrarias, postos de gasolina etc. Há duas vantagens do ponto de vista do vendedor. Primeiro, incentiva-se o consumidor a comprar sempre no mesmo estabelecimento. Segundo, por falta de…

Details